Pessoal, neste post iremos falar sobre os modos de Clustering Check Point.

Segue:

ClusterXL

A tecnologia ClusterXL é uma solução de Clustering da Check Point que permite a Alta-disponibilidade(High Availability) e o Balanceamento de Carga(Load Sharing).

É uma solução baseada em software e distribui o tráfego entre os Gateways que participam do cluster.

Alta-disponibilidade – Permite uma configuração de cluster Ativo-Standby onde apenas um o nó ativo processa o tráfego.
Em caso de falha, o nó Standby será promovido a membro Ativo.

  • New Mode – Ambos os dispositivos possuem seu próprio IP e MAC.

Um IP virtual (VIP – Virtual IP) é usado com o MAC do gateway ativo. O tráfego então é direcionado ao IP Virtual que será repassado ao Gateway Ativo.
O ARP Gratuito é utilizado para atualizar os endereços MAC’s do VIP nos dispositivos vizinhos em caso de um failover.

  • Legacy Mode – Ambos os gateways utilizam o mesmo IP e MAC. As interfaces do gateway standby permanecem desabilitadas. Se o nó ativo falha, o nó standby é promovido a ativo.

Balanceamento de Carga – No balanceamento de carga, o tráfego é distribuído entre os nós do cluster, desta forma, compartilhando o tráfego entre eles.

  • Multicast – O tráfego é enviado para ambos os nós do cluster utilizando Multicast (para os endereços MAC). Ambos os nós decidem quem irá processar o pacote.

  • Unicast – O tráfego é enviado somente para um nó. Este nó é chamado de nó pivot. O nó pivot pode processar o pacote ou enviar para o outro nó.

Soluções de terceiros

  • VRRP – A verificação de interfaces e o failover é tratado pelo protocolo VRRP. É utilizado basicamente em alta-disponibilidade. Porém, com configurações mais criativas, é possível configurar em balanceamento de carga.

  • Cluster Nokia – A verificação de interfaces e o failover é tratado pelo protocolo de cluster Nokia. Permite tanto Alta-disponibilidade quanto Balanceamento de Carga. Em ambos os casos é possível utilizar e configurar o ClusterXL para sincronização de estados.

Fonte 0

Source: SQL Injection


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *