Plataformas legitimas como os serviços de jogos on-line, são um terreno fértil para hackers. Como realiza micro-transações para vendas de moedas por exemplo, acaba colocando um alvo na industria de jogos. Os jogos também fornecem um campo de testes para hackers interessados em testar seu malware em jogadores desavisados. Não caia nessa.

Resultado de imagem para jogos hacker

Hackers aproveitando de redes sociais não é mais uma novidade. Mas apesar das grandes violações como a Sony, uma  plataforma ignorada como um alvo para cibercriminosos são os videogames mais populares. Jogos on-line como o Fortnite, explodiram em popularidade no ano passado. Mais de 125 milhões de downloads.

Porém esta popularidade não passou desapercebida nos cantos mais obscurados na web. E a preocupação com hackers cresce cada vez mais, como resultado diversos jogadores reclamando que suas contas foram comprometidas. Mas por que isso é significativo?  E por que os jogos on-line são tão atraentes para os cibercriminosos?

Moedas dentro do jogo e micro-transações colocam um alvo na indústria de jogos.

Resultado de imagem para jogos hacker

Um dos maiores motivos pelos quais os jogos on-line se tornaram um alvo para os cibercriminosos, é o fato de que muitos jogos on-line dependem de compras no jogo. O crescente uso de moedas no jogo e das micro-transações atraiu hackers que tentam sequestrar esses pagamentos. As formas de explorar os jogadores também incluem a criação de promoções e itens falsos para induzir os jogadores a comprar e baixar algum malware. Além disso, os hackers procuram roubar os detalhes de pagamento dos jogadores que fazem essas compras on-line. Uma pesquisa da Web of Profit descobriu que  com apenas 50 cartões de crédito roubados gerariam lucros de até US $ 1 milhão para os cibercriminosos.

A proliferação de compras e micro-transações também forneceu uma plataforma onde os cibercriminosos podem manipular para lavar o dinheiro roubado. Vários fóruns foram encontrados discutindo como usar jogos multi-player, incluindo “Clash of Clans” e “World of Warcraft”, para lavar o produto do cibercrime e outras ações criminosas.

Enquanto a possibilidade de encontrar atividade criminosa durante um inocente jogo do Fortnite pode parecer improvável para a maioria dos jogadores, pesquisas mostram que o problema é muito mais difundido do que a maioria espera, com 1 a cada 5 jogadores vitimas de fraudes em jogos.

Jogos On-line uma creche para hackers?

O Minecraft teve problemas com malware e hackers desde a sua criação. No inicio deste ano, descobriu-se que quase 50 mil contas estavam infectados com malwares distribuídos por “Skins” de personagens modificados que os jogadores baixavam no site oficial. O malware foi enviado para o site oficial sem ser detectado. Isto levantou preocupações sobre os esforços dos criadores de jogos para proteger os jogos. Muitos dos quais menores são os responsáveis pelas atividades criminosas.

É crucial reconhecer que essas problemas com malware podem ser o começo de projetos mais sérios. O botnet Mirai, conhecido por derrubar a internet em 2016 se originou do Minecraft. Inicialmente, o malware pretendia dar vantagem para os hackers dentro do jogo. Por mais simplista que isto possa parecer, e para evitar que jogos on-line sejam a base treinamento para futuros hackers, que mais tarde possam tentar ataques contra empresas, organizações governamentais.

O jogo on-line faz parte da Web interconectada do lucro

Os esforços de segurança cibernética que estão sendo realizadas para protegê-los podem parecer minimas. Mas o cibercrime é uma rede emaranhada e os efeitos mais amplos voltados para os jogadores serão sentidos mais tarde. Seja na forma de novos malwares sendo desenvolvidos ou roubando detalhes pessoais, a ameaça potencial que essas atividades criminosas representam para os jogadores também deve ser aplicada ao mundo mais amplo e não deve ser negligenciada.

A economia do cibercrime alastrando, altamente lucrativa é um adversário formidável, com muitas partes trabalhando em conjunto. É vital que as autoridades e os especialistas em cibersegurança comecem a trabalhar juntos para formar uma abordagem mais holística para combater o cibercrime como um todo, não apenas as partes que se sentem mais próximas de casa. Em vez de ficar esperando por ataques contra nossas redes, precisamos começar a nos aventurar no cenário de ameaças e combater os cibercriminosos em seu próprio território.

Que a segurança esteja com você!!!

Fonte: https://www.bromium.com/how-hackers-exploit-online-games/

O post Como são Hackeados os Jogos On-line? apareceu primeiro em NSW.

Source: NSWorld

Categorias: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *